Início     Sobre     Blog     Projetos     Contato    

Eliane Davila - Conteúdo | Inovação | Empreendedorismo

Arte Digital – O que é NFT?

Arte NFT – como essa inovação está impactando o mercado das artes beneficiando artistas de várias áreas e inclusive restaurantes. Conheça detalhes interessantes sobre arte digital (cripto-arte) e como artistas estão tirando proveito dessa onda. Nesse post, vou explicar de uma maneira fácil “O que é NFT“.

O universo da arte digital está revolucionário a realidade de como os artistas vendem suas obras. A tecnologia blockchain é uma aliada dos artistas que se utilizam da autenticação de NFT’s para adicionar propriedade a suas obras e valor único de escassez.

-> Veja aqui alguns livros interessantes sobre Arte Digital!

As aplicações são infinitas e já podemos ver músicos, artistas plásticos, escritores, jogos online e até mesmo empresas como restaurantes ou redes de fast foods que utilizam este recurso que esta inovando o mercado da arte em todo o mundo.

Antes de falar sobre as aplicações práticas nessas áreas vamos verificar o que é NFT e como esse sistema protege e garante a autenticidade para arte digital. Nesse post, você vai conhecer em mais detalhes como os NFT’s fazem a disrupção do mercado da arte e beneficiam os artistas que deixam de ser explorados por intermediários.

O que é NFT?

NFT significa non fungible token – token não fungível. Isso é: uma peça única e não tangível que é adicionada na Blockchain.

Essa arte pode ser desenho, gif animado, poema, música, itens para usar em jogos online, a representação gráfica de um item do menu de uma rede de restaurante famoso, até mesmo a tela de um tweet deletado de uma celebridade.

Por ser adicionada na blockchain, essa peça de arte digital está garantida como única e com sua propriedade totalmente protegida por meio de um contrato inteligente (smart-contract).

Somente uma pessoa pode ter a propriedade dessa arte digital (NFT) o que garante exclusividade e segurança.

O artista poderia inclusive criar um sistema de royalties que se ativaria sempre que sua obra for negociada por terceiros. Dessa forma, caso um comprador quiser re-vender a obra no futuro, o contrato inteligente irá calcular o percentual dessa transação, gerando uma renda passiva ao artista.

A venda futura de alguma arte digital (NFT) poderia representar muito dinheiro, pois a obra original pode estar mais valorizada alguns anos depois de sua compra original devido a vários fatores como a popularidade do artista, escassez de seus trabalhos, etc.

Tudo isso é feito de forma automática, por meio de smart contracts, armazenados e personalizados, ficando ativos na Blockchain Ethereum.

Vale lembrar do meu post “O que é Blockchain?” que explica em detalhes a inovação e segurança dessa rede decentralizada. Como a arte NFT é baseada em Blockchain, você pode esperar o máximo de segurança da mesma forma que acontece com as criptomoedas.

Colecionar Arte Digital (NFT)?

Todo conceito e dinâmica das cripto-artes é fascinante, mas, com certeza, você deve estar se perguntado sobre o motivo de comprar uma arte digital que, muitas vezes, podem necessitar de um investimento muito alto.

Existem alguns casos extremos como a venda recorde da obra digital “Everydays: The First 5000 Days” por mais de $69 milhões em Março de 2021. O que explica uma compra de uma arte digital por esse preço?

A arte NFT "Everydays: The First 5000 Days"  do artista Beeple foi vendida por mais de U$69 milhões, em Março de 2021.
A arte NFT “Everydays: The First 5000 Days” do artista Beeple foi vendida por mais de U$69 milhões, em Março de 2021.

Para melhor explicar, podemos comparar uma arte original que está a mostra em um museu com suas reproduções que podem ser baixadas pela internet, inclusive em alta resolução.

Quando eu visitei o Museu do Louvre, eu estava calmamente apreciando cada uma das salas enquanto a Eliane estava anciosa para entrar em uma única seção: a do quadro da Mona Lisa.

Essa, era a seção do museu mais lotada e disputada. Era praticamente impossível de você tirar uma foto junto com o quadro Mona Lisa. Mas, por que essa euforia toda? Aposto que todos alí já viram cópias dessa pintura e, como falei antes, já baixaram réplicas na internet.

O grande lance é que esse era o quadro original da Mona Lisa, pintada pelo renomado Leonardo Da Vinci. Ninguém está com interesse em comprar uma réplica do quadro Mona Lisa na Amazon, mas todos querem ver o quadro original.

Eliane visitando o quadro original - Mona Lisa de Leonardo Da Vinci - Museu do Louvre em Paris.
Eliane visitando o quadro original – Mona Lisa de Leonardo Da Vinci – Museu do Louvre em Paris.

A mesma coisa se repete com a arte NFT: você pode baixar as obras, mas você não possui a propriedade. Colecionadores e investidores de arte podem ganhar milhões com suas obras originais com certificado de propriedade na Blockchain, mas quem possui uma cópia pirata é facilmente identificado e seu valor é nulo.

Quem é fã de algum artista pode aumentar seu inventário de itens com arte NFT colecionáveis que estão disponíveis de forma limitada. A medida que a fama desse artista aumenta e mais colecionadores se interessam por suas obras, mais valorizado ficam seus NFT’s.

Essa tecnologia começou a ganhar entusiastas desde a venda dos famosos CryptoKitties onde participantes desse jogo vendiam gatos digitais que eram disputados, dólar a dólar, em leilões online.

Leilão de Arte Digital NFT

A forma mais comum de venda de NFTs em arte digital é em forma de leilão online. Existem vários sites de leilão de arte digital e os artistas participam em mais de um para aumentar seu alcance e atingir vários colecionadores interessados.

Entre os sites estão o Opensea.io que oferece um marketplace muito completo para quem se interessa em arte digital. No site você poderá ver todos trabalhos a venda e também expor sua arte. As pessoas interessadas enviam lances diretamente para o artista que decide em vender ou não.

Site Opensea: um canal de vendas de arte NFT muito completo.
Site Opensea: um canal de vendas de arte NFT muito completo.

Vale lembrar que qualquer item digital pode ser vendido em um site de leilão de arte NFT. Você pode encontrar a tela de um site que não existe mais, o tweet de alguma celebridade, desenho, música, gif animado, animação em vídeo, gravação de voz, etc. Sendo digital, você pode vender e comprar qualquer item digital.

Os preços são especificados em Ethereum (ETH) por isso, é essencial que você tenha uma carteira dessa criptomoeda – até porque tudo isso acontece na Blockchain ETH e isso é assunto para um post futuro.

Vamos analizar algumas possibilidades de arte em NFT e suas aplicações práticas.

Música

Já existem casos de bandas famosas que utilizam arte em NFT para oferecer itens colecionáveis a seus fãs. As possibilidades para os músicos é bem ampla podendo incluir uma grande variedade de colecionáveis digitais. Veja algumas ideias:

  • Músicas exclusivas:

A banda poderia lançar músicas complementares a seu novo disco. Os fãs poderiam entrar em algum site de leilão de arte digital e dar lances para comprar, e ser o único dono dessa música. Assim, o comprador teria direitos de execução da música.

  • Arte Colecionável de bandas

Ao lançar um novo álbum ou no aniversário de um disco clássico do rock, a banda poderia lançar materiais gráficos comemorativos de forma limitada. Os fãs dariam lances para ganhar o leilão e seriam proprietários de uma arte digital exclusiva com tiragem limitada.

Jogos Online

O mercado dos video games, a cada ano, movimenta bilhões e quebra recordes . Existem muitas aplicações para clássicos dos jogos digitais através da tecnologia NFT na Blockchain.

Lembro que quando eu jogava o popular Donkey Kong, em determinado momento que eu tinha que abandonar o jogo, tudo que eu tinha conquistado havia sido perdido e eu tinha que iniciar toda batalha novamente.

A tecnologia NFT em jogos digitais é algo muito revolucionário permitindo que os jogadores comprem itens extras para lhe ajudar durante a partida. Também, no caso mais famoso do jogo CryptoKitties, os participantes compravam itens colecionáveis que não estavam disponíveis no jogo aberto.

Em um jogo de futebol online, os competidores poderiam comprar atletas extras com habilidades muito superiores aos outros.

Quanto você acha que os fãs fanáticos pelo “Mario” pagariam por uma arte exclusiva feita pelo seu criador?

Nas aplicações para jogos digitais, o céu é o limite. Existe uma gama enorme de aplicações para os entusiastas dos jogos online multi-players e, com certeza, as empresas desenvolvedoras estão de olho nessa área.

Com o grande avanço e rentabilidade dos jogos online, as aplicações NFT irão aumentar de forma exponencial.

Filmes e Vídeos

Da mesma forma, a indústria cinematográfica está muito presente nas plataformas de arte digital. Existem vídeos de celebridades do cinema e atletas que foram vendidos na Blockchain e geraram milhões de dólares a seus criadores.

Os fãs fanáticos pela série Game of Thrones ou Walking Dead com certeza pagariam pequenas fortunas por itens colecionáveis referente a seus artistas favoritos e mesmo conteúdo exclusivo não transmitido na TV.

Escritores

Um escritor poderia lançar um poema ou alguma história exclusiva que se tornaria um item muito atrativo para seus leitores colecionadores. Indo mais além, um final alternativo de um livro campeão de vendas poderia ser disputado de forma intensa entre os fãs. Imagina você ser o único a possuir um final alternativo do livro “Mulheres que correm com os lobos”, de Clarissa Pinkola Estés, “1984”, de George Orwell, ou “O poder do hábito”, de Charles Duhigg?

Tenho certeza que a concorrência nos sites de leilão de arte digital seria insana.

Restaurantes e Arte Digital

Em meu exemplo final, fica claro que a aplicação de arte em NFT é sem limites e depende somente da criatividade. Rede de restaurantes com fama internacional estão utilizando dessa tecnologia para vender versões digitais de itens de seu menu.

Uma rede famosa de fast food recentemente anunciou a retirada de um item de seu menu que era recorde de vendas. Em meio a protesto dos fãs, a rede anunciou que o item estaria disponível em forma de cripto-arte (arte digital NFT). Imediatamente fãs começaram a comprar e colecionar seus itens favoritos.

A onda dos NFTs está somente iniciando

Apesar de todo o sucesso e compras multi-milionárias, a onda dos NFTs está somente iniciando. Com certeza os artistas estão eufóricos com as possibilidades dessa tecnologia e suas inúmeras vantagens:

  • Sem burocracia;
  • O artista não precisa de intermediários;
  • Negociação direta e segura na Blockhain;
  • Renda passiva através de Royalties.

Em um post anterior, eu escrevi em detalhes o que é cripto-arte, e agora com os conceitos de NTF presentes nesse artigo, com certeza, você irá familiarizar-se mais ainda com essa inovação no mundo das artes.

Nos próximos posts, irei explicar em detalhes, como artistas podem iniciar na arte em NFT, pesquisar sobre qual site utilizar, como fazer seu cadastro e vender seus itens digitais.

O que é NFT?

NFT significa non fungible token – token não fungível. Isso é: uma peça única e não tangível que é adicionada na Blockchain.

Quais as vantagens de utilizar o NFT para os artistas?

Sem burocracia;
O artista não precisa de intermediários;
Negociação direta e segura na Blockhain;
Renda passiva através de Royalties.

Os NFTs podem gerar lucro para a indústria do cinema?

Da mesma forma, a indústria cinematográfica está muito presente nas plataformas de arte digital. Existem vídeos de celebridades do cinema e atletas que foram vendidos na Blockchain e geraram milhões de dólares a seus criadores.

Como está o ramo de jogos e games para NFTs?

O mercado dos video games, a cada ano, movimenta bilhões e quebra recordes . Existem muitas aplicações para clássicos dos jogos digitais através da tecnologia NFT na Blockchain.

O que é Criptoarte?

Nesse post vou explicar o que é Criptoarte e como esse novo conceito está ajudando artistas em todo o mundo. Criptoarte utiliza blockchain, que é uma tecnologia cheia de detalhes que pode parecer muito complicado de entender, mas, na verdade, seu conceito é muito simples. Toda essa tecnologia beneficia vários tipos de negócios, como já mencionei do post “Aplicações na Blockchain“.

Agora, muitos artistas estão se beneficiando da Blockchain para vender sua arte digital (criptoarte) de forma segura. A área de criptoarte está valorizando os artistas que podem divulgar e vender suas obras para qualquer colecionador do mundo.

Os artistas estão criando galerias com essa tecnologia e produzindo obras virtuais numeradas ou únicas. Assim, os artistas usam a blockchain para assinar e autenticar suas obras de arte digital (cripto-arte, crypto art, ou cripto-colecionáveis) de forma a garantir a propriedade a seu comprador mesmo que não sendo um objeto físico.

-> Veja aqui alguns livros interessantes sobre Arte Digital!

Se você não lembra os conceitos básicos de Blockchain, volte ao meu primeiro post sobre esse assunto – O que é Blockchain?

O que é Criptoarte? Obras digitais a venda no site OpenSea, especializado em arte digital.
O que é Criptoarte? Obras digitais a venda no site OpenSea, especializado em arte digital.

Como é Feito?

A assinatura blockchain é conectada a uma arte digital produzida pelo artista que pode ser uma pintura no formato PNG, fotografia, música, uma animação gráfica abstrata, e muitos outros gráficos, videos e animações.

Somente uma pessoa pode oficialmente possuí-la, no caso da peça ser única. A arte-digital pode ser vendida para um crescente número de colecionadores usando marketplaces (sites especializados em compra e venda) específicos para esse fim.

Claro, você pode, por exemplo, fazer cópias (print) da imagem original, mas ela não irá conter a autenticação do artista, deixando a obra sem valor de originalidade.

Com isso, o lugar mais seguro para comprar e vender arte digital é utilizando alguma aplicação de criptoarte na Blockchain, onde os colecionadores estão sempre em busca de obras raras, com tiragens limitadas e autenticadas como únicas.

Os investidores compram uma arte digital única e rara para manter em seus computadores. Isso não é nada diferente de um investidor que compra quadros raros para estocá-los em um quarto de sua casa (com propósito de investimento).

Posso comparar essa tendência da criptoarte com a época em que os primeiros livros digitais (e-books) foram lançados. Muitas pessoas não gostavam (e muitas até hoje não gostam), com o motivo de não ser um livro de verdade, feito com papel e que se pode colocar em sua biblioteca particular, manusear, virar as páginas sentindo o livro na sua mão, etc.

Hoje em dia, muitos estão acostumados com seus e-books (eu particularmente tenho uma grande biblioteca de livros virtuais) que, muitas vezes, nem estão em seu computador ou celular.

No caso do mercado de arte digital, os primeiros colecionadores podem ser comparados com as primeiras pessoas que aceitaram os e-books.

Criptoarte – arte em formato digital

Pense comigo: quando um artista faz uma obra e a assina, esse trabalho se torna raro e único. Ao fazer cópias sem a autenticação, essa obra perde seu valor.

O grande problema na arte digital é que podemos facilmente reproduzir uma imagem que está na internet, sem perder a qualidade de sua resolução.

Aqui entra o conceito de criptoarte, que, ao adicionar uma assinatura única na Blockchain, garante que a arte original seja cobiçada por colecionadores de arte. Uma proteção muito eficiente para o artista.

Por exemplo, todos nós podemos ter a obra Monalisa impressa em nossa mesa, mas a original é única. Para quem é colecionador, isso importa muito.

Dessa forma, quando uma arte digital possuir um token de assinatura (autenticação), essa obra ganha um valor de originalidade. Os investidores podem armazenar suas obras ou vendê-las a outras pessoas. Somente quem possui a assinatura válida de proprietári@ da obra (que está armazenada na Blockchain ) pode ter acesso a opção de venda.

Da mesma forma, os direitos autorais e a propriedade do investidor, por estarem registradas na Blockchain, são incorruptíveis.

O mercado de criptoarte tem crescido muito justamente por essa segurança oferecida ao artista e ao proprietário da obra. As obras digitais podem ser negociadas usando criptomoedas que podem ser convertidas em dinheiro normal de qualquer país.

Site para comprar e vender Criptoarte: pinturas, videos, animações, gifs, etc.
Site para comprar e vender Criptoarte: pinturas, videos, animações, gifs, etc.

Comunidades de CriptoArte

Existem comunidades de artistas digitais de todo o mundo. Algumas delas estão fazendo, suas obras independentes, pela primeira vez, após encontrar as comunidades de criptoartistas. Entre as plataformas que são utilizadas para se reunirem estão o Telegram, Discord, Minds, Crowdcast entre outros.

A maioria das plataformas de criptoarte são plataformas colaborativas, como o site dada.art, em que os artistas derrubam os conceitos tradicionais dessa economia. Através da cooperação entre artistas-plataforma, essa inovação permite valorizar muito mais as obras e negociá-las sem intermediários, o que, em muitos caso, em exploram o artista.

A inovação nesses ambientes colaborativos é fascinante. Existem vários tipos de artistas que trabalham com diferentes tipos de arte: arte digital, gifs, videos, fazendo que as plataformas tornem-se um ambiente de experimentos. Os artistas acabam fazendo um intercâmbio de conhecimento entre sí e contam com o suporte dos colecionadores de arte para melhorarem seu portfólio e estilo das obras.

As plataformas de criptoarte estão aí para democratizar a produção de arte e valorizar muito os artistas.

Abaixo você pode conhecer algumas opções de sites especializados. São marketplaces para criptoarte. Esses são apenas alguns dos sites especializados em vender criptoarte. Artistas se cadastram e expõem suas obras.

  • Dada https://dada.art
  • OpenSea https://opensea.io/
  • Rarible https://rarible.com/
  • Mintbase https://mintbase.io/
  • KnownOrigin https://knownorigin.io/
  • SuperRare https://superrare.co/

NFT – Non Fungible Token

Basicamente, NFT’s (tokens não fungíveis) são propriedades não tangíveis que você pode deixar disponível para sempre na Blockchain. Revendo nossos conceitos sobre Blockchain, significa que ao você colocar um desenho na Blockchain, essa peça será única e irá ficar disponível para sempre já que a tecnologia Blockchain é imutável. Dessa maneira, artistas estão muito empolgados com essa possibilidade e estão movimentando a área da arte digital.

Podemos falar que NFT é uma forma de autenticar uma obra de arte digital e garantir que ela pertence a certa pessoa, como se fosse um certificado digital.

Com isso, qualquer obra de arte digital produzida por um artista pode ser vendida com total segurança em um sistema 100% protegido contra fraude (blockchain). Esse é um dos motivos que essa área está literalmente explodindo e o que é o melhor: está somente iniciando.

Outro ponto importante é que os artistas podem estipular royalties sobre suas peças. Assim, sempre que a obra for revendida, o artista irá receber um percentual dessa negociação garantindo uma fonte de renda passiva. E isso ocorre de forma automática nos contratos digitais ao cadastrar a obra digital na Blockchain Ethereum.

Tudo o que os artistas sonharam se tornou realidade, graças a tecnologia Blockchain. Agora é partir para a produção e se beneficiar do universo NFT.

Considerações parciais

Nesse post, você entendeu o que é Criptoarte e já sabe que a tecnologia Blockchain é a base dessa inovação. Sobre as partes mais técnicas desse assunto, irei deixar para um próximo post, onde irei explicar a questão da autenticidade das obras. Esse é justamente o que caracteriza criptoarte.

Também pretendo aprofundar o assunto postando um guia de como os artistas podem iniciar a vender suas obras digitais em plataformas de criptoarte. O assunto é bem extenso e essa introdução propõe uma compreensão básica sobre essa possibilidade espetacular para os artistas.

O que é criptoarte?

Criptoarte utiliza blockchain, que é uma tecnologia cheia de detalhes que pode parecer muito complicado de entender, mas, na verdade, seu conceito é muito simples. Toda essa tecnologia beneficia vários tipos de negócios, como já mencionei do post “Aplicações na Blockchain“.

Existem comunidades de criptoarte?

Existem comunidades de artistas digitais de todo o mundo. Algumas delas estão fazendo, suas obras independentes, pela primeira vez, após encontrar as comunidades de criptoartistas. Entre as plataformas que são utilizadas para se reunirem estão o Telegram, Discord, Minds, Crowdcast entre outros.

Onde posso vender minhas coleções em NFT?

No Opensea. Obras digitais podem serm vendidas no site OpenSea, especializado em arte digital.

O que quer dizer Non Fungible Token ?

Basicamente, NFT’s (tokens não fungíveis) são propriedades não tangíveis que você pode deixar disponível para sempre na Blockchain.

Contato


Capitalismo Consciente - Eliane Davila