Início     Sobre     Blog     Projetos     Contato    

Eliane Davila - Conteúdo | Inovação | Empreendedorismo

Como se cadastrar e comprar arte em NFT no Opensea?

Você tem interesse em comprar ou vender arte em NFT? Nesse post irei explicar, de forma muito fácil e acessível, como você pode fazer seu cadastro no site Opensea. O site é o maior e mais famoso marketplace para arte digital. Quer saber como se cadastrar e comprar arte em NFT no Opensea? Continue lendo e aproveite as dicas.

Para facilitar ainda mais o processo, o link do Opensea abre , em uma nova janela, contribuindo para que você possa retornar a esse post para verificar as etapas do cadastro que incluem explicação e fotos das telas para você seguir e não se perder no processo.

Veja aqui uma seleção de arte NFT para comprar!

Como se cadastrar no site Opensea? O cadastro não é tão simples o quanto parece, pois você deve ter uma carteira Ethereum e fazer a ligação entre os dois ) plataforma e moeda). Mas, não se preocupe, aqui nesse post, você irá seguir o passo-a-passo para fazer seu cadastro e começar a explorar o universo das artes digitais em NFT.

Não esqueça de verificar os posts anteriores sobre arte em NFT, que incluem o conceito básico e alguns exemplos de aplicações. Agora, está na hora de iniciar a prática. Vamos fazer o cadastro na Opensea e explorar os tipos de arte que o site oferece possibilitando também, que você cadastre seus trabalhos para vender nessa plataforma.

Se ainda não estiver por dentro do assunto, visite o post que explica “O que é NFT” ( https://www.elianedavila.com/arte-digital-nft/ ).

Ao final desse post, você terá seu cadastro feito e irá saber como comprar arte em NFT no Opensea.

Como fazer o cadastro no Opensea

Entre no link do site – https://opensea.io/?ref=0xb21f7cd7b4e81ae9f4674f2c3bfef228e33514b1

CLIQUE AQUI PARA ENTRAR NO SITE OPENSEA

(O site irá abrir em uma nova janela o que facilita para você acompanhar o passo-a-passo do cadastro)

1 – Início: se cadastrar no Opensea

Na primeira tela do site, clique em CREATE para iniciar o processo de fazer seu cadstro.

Como fazer o cadastro no Opensea - arte digital NFT

2 – Fazer uma carteira Ethereum

Você precisa de uma carteira Ethereum para usar o site, por isso, nessa etapa você tem a opção de fazer uma ou usar a que você já possui. Se você não tem experiência nessa área, siga as sugestões do site:

Clique em GET META MASK

Como fazer o cadastro no Opensea - arte digital NFT

3 – Instalar a carteira Ethereum no Chrome, iOS, ou Android

Nessa etapa, você deve escolher onde está instalando sua carteira Ethereum. No seu computador, use o navegador Chrome. Para celular, escolha caso seu dispositivo for iOS (Apple) ou Android (Samsung, etc.).

Clique na opção desejada: Chrome, iOS, ou Android

Como fazer o cadastro no Opensea - arte digital NFT

4 – Finalizar a instalação da carteira Ethereum

Clique em Install MetaMask for Chrome

Como fazer o cadastro no Opensea - arte digital NFT

5 – Sua senha de acesso – Proteger sua carteira Ethereum para usar na Opensea

Essa etapa é muito importante. O site irá gerar 12 palavras secretas que você deverá guardar. Essa sequência de palavras é indispensável para recuperar sua carteira ETH caso você perca sua senha.

Clique em “YES, LET’S GET SET UP!”

Como fazer o cadastro no Opensea - arte digital NFT

6 – Faça uma senha de acesso

Nessa etada você deve definir sua senha de acesso. Lembre-se que essa senha é para a carteira Ethereum que será ligada ao site Opensea.

Como fazer o cadastro no Opensea - arte digital NFT

7 – Aceite os termos de uso

Clique em “I AGREE”

Como fazer o cadastro no Opensea - arte digital NFT

8 – Ligar a carteira Ethereum com o site Opensea

Nesse ponto, você já tem sua carteira Ethereum pronta e agora precisa fazer a conexão dela com o site Opensea.

Clique em NEXT

Como fazer o cadastro no Opensea - arte digital NFT

9 – Finalizar o link entre a carteira ETH e o site Opensea

Clique em CONNECT. Lembre-se que a carteira ETH é fundamental para você poder comprar arte em NFT no Opensea.

Como fazer o cadastro no Opensea - arte digital NFT

10 – Informe seus dados do perfil no Opensea

Nesse ponto, você já têm tudo pronto para iniciar. Faça seu perfil de usuário: escolha um nome de usuário, escreve sobre você, inclua uma foto de fundo e foto do perfil.

Comece a explorar o site Opensea!

Como fazer o cadastro no Opensea - arte digital NFT

Nesse ponto, tudo está certo com o seu cadastro e você poderá iniciar a navegar pelo site e conhecer mais os vários tipos de arte que estão disponíveis.

Como usar o site Opensea?

O site é muito fácil e possui uma navegação bem amigável. Existem várias categorias e opções para você filtrar o tipo de arte que deseja ver.

Você pode usar a barra de buscas e pesquisar algum termo que tem interesse. Por exemplo, busque por Natureza ou Nature. Use termos em inglês para acessar uma variedade maior dos trabalhos.

No menu “BROWSE“, você poderá usar alguns filtros para bucar um determinado tipo de arte digital. As categorias principais são:

  • Art,
  • Domain Names,
  • Virtual Worlds,
  • Trading Cards,
  • Collectibles,
  • Sports,
  • Utility

Nas caixas drop-down, você poderá buscar ítens únicos ou sem limites e aplicar filtros de diversas configurações: mais caros, mais baratos, mais visualizado, mais favoritado, novos ítens, etc.

Como se cadastrar e comprar arte em NFT no Opensea?
Página inicial do site Opensea – o inicio para explorar arte digital em NFT

Clique em “EXPLORE” para ter uma visão mais ampla do que o site oferece. A partir daí, você poderá usar a barra de navegação, busca interna do site ou simplesmente explorar todas as seções para se familiarizar.

O layout e navegabilidade é muito amigável. Em poucos minutos você irá entender como o site funciona e como explorar as seções de diferentes tipos de arte em NFT.

Você pode “favoritar” as artes que mais gostou enquanto navega pelo site. Para fazer isso, você precisa entrar com sua senha – aquela criada no passo 5 do nosso manual de como usar o site Opensea.

Encontre o ícone de seu perfil, no canto superior direito. Clique no ícone, e o site irá solicitar sua senha para autenticar sua sessão. Nesse momento, você poderá a montar sua coleção de favoritos.

Eu gosto de usar essa função justamente para montar uma coleção das artes que mais gosto, para então decidir qual seria a melhor para comprar.

Para acessar sua coleção de arte ,nos favoritos, você precisa clicar no ícone de seu perfil ( o mesmo para entrar com a senha de acesso). Uma das abas disponíveis é a “Favorites“. Alí, você irá encontrar toda sua coleção.

Como comprar arte em NFT no Opensea?

Antes de comprar, você precisa ter a moeda que é utilizada no site: Ethereum. Você pode comprar essa criptomoeda com seu cartão de crédito, para assim, ter fundos para comprar arte digital no Opensea.

Caso você já tenha ETH, poderá transferir para sua carteira MetaMask.

Para comprar Ethereum com cartão de crédito, você deve localizar o ícone da carteira ETH, que está localizado ao lado do seu ícone de perfil.

Clique no ícone da carteira, e clique em “ADD FUNDS“. Escolha a forma que deseja depositar.

  • Buy with card: compre ETH usando seu cartão de crédito. O depósito mínimo é R$200.
  • Deposit from an Exchange: caso você tenha ETH ou outra criptomoeda, poderá usar essa opção. Assim, terá que enviar ETH para o endereço informado.

O processo da sua primeira compra usando cartão de crédito terá algumas etapas extras, que na próxima compra não serão necessárias. O site Opensea utiliza o sistema MoonPay.

Em sua primeira compra com cartão de crédito você terá que fazer seu cadastro completo e verificar sua identidade e endereço enviando fotos de documentos. Esse processo é somente antes de sua primeira compra. Após isso, tudo será mais rápido e integrado ao site Opensea.

Com certeza, a maneira mais rápida é enviar ETH de outra carteira, mas caso você não tenha essa moeda, esses passos serão necessários para ter uma conta segura.

Para comprar com cartão de crédito, você deve seguir os passos:

  • Estar com uma sessão autenticada no site opensea
  • Permitir que a carteira MetaMask se conecte com o processador de cartão de crédito
  • Verificar o código de segurança enviado em seu e-mail
  • Seguir as instruções para a compra (nome, endereço, nascimento)
  • Enviar cópia de um documento (passaporte ou identidade nacional)
  • Enviar cópia de um comprovante de endereço
  • Enviar uma selfie (conferência da foto do passaporte e sua selfie)
  • Aguardar sua conta ser aprovada
  • Usar seu cartão de crédito para comprar ETH

Após receber a aprovação de seus dados, o sistema irá permitir que você compre Ethereum com seu cartão de crédito.

Assim, você terá o saldo em ETH em sua conta disponível para comprar arte digital no site Opensea.

Com isso, você poderá comprar qualquer arte que esteja dentro do limite de valor que você depositou.

Como comprar arte em NFT no Opensea?

Ao decidir comprar alguma arte, você deve clicar no trabalho desejado. Você irá ver a arte, o preço atual em ETH e em dólar. Clique em “BUY NOW” para comprar.

No caso de ter fundos em sua conta, simplesmente confirme e pronto – você já possui a propriedade da arte.

O processo inicial de compra é um pouco burocrático se utilizar cartão de crédito. Lembre-se que se você possui alguma outra criptomoeda (Bitcoin, BitcoinCash, Litecoin, etc), você também pode trocá-las por Ethereum em uma exchange ou na própria carteira que você possui.

Espero que esse post lteha lhe ajudado a conhecer as etapas necessárias para comprar arte em NFT no Opensea. Agora, volte ao site e comece sua coleção de arte digital!

Por que comprar arte digital em NFT?

Qual o motivo de comprar arte em NFT? Qual é o perfil dos compradores? O motivo de comprar é muito simples. Se você gosta de arte ou é um colecionador/investidor, você irá ter toda a segurança da autenticação de suas obras por meio de um contrato inteligente registrado na blockchain.

Atualmente, quem compra arte em NFT é na sua maioria colecionadores de arte digital e investidores. Lembre-se que a arte que você compra pode se valorizar com o tempo, principalmente se @ artista se tornar mais famos@ ou a arte se tornar rara.

Artistas tradicionais estão iniciando sua jornada produzindo arte digital. A possibilidade de bons investimentos com trabalhos de artistas já conhecid@s é muito clara. Essa é a nova forma de apreciar e possuir arte e está sendo muito utilizada principalmente pela nova geração de colecionadores.

Se você é do tempo que precisa ter um quadro exposto em sua sala, saiba que existem possibilidades de você fazer isso com obras digitais. Uma impressão em alta-qualidade ou um tablet para obras com animação seria uma boa idéia. Mas isso é assunto para um próximo post.

Arte Digital – Quais as aplicações de Arte em NFT?

NFT – Non-fungible tokens (Tokens não fungíveis) – A última tendência em criptomoedas provoca interesse de artistas plásticos, pintores, desenhistas, bandas de rock, DJ’s de música eletrônica, redes de restaurantes internacionais, escritores, jogos eletrônicos. Grandes marcas como Nike, NBA e Louis Vuitton. William Shatner tokenizando suas memórias no blockchain… figurinhas digitais de suas celebridades favoritas, etc. A criatividade não tem limite quando se trata em arte em NFT.

Nesse post irei relatar, de forma fácil e clara, as últimas novidades que acontecem nessa área para você ficar por dentro dessa tecnologia incrível que está revolucionando o mundo das artes.

A arte em NFT começa a conquistar cada vez mais artistas e colecionadores.

Você deve ter ouvido falar sobre o CEO do Twitter, Jack Dorsey, vendendo seu primeiro tweet em NFT por US $ 2,9 milhões. Essas notícias chamam a atenção e fazem as pessoas falarem sobre esse tendência inovadora que os artistas estão amando. Contudo, os intermediários da arte reprovam, cada dia mais, essa alternativa, pois perdem espaço de trabalho. Abaixo vamos analisar alguns casos recentes.

Colecionáveis em NFT

Os colecionáveis ​​são atualmente uma das aplicações mais óbvias para arte em NFTs já que a maioria dos artistas com uma base de fãs estão entrando na onda. A NBA e a NFL estão olhando para os NFTs para criar um maior envolvimento dos fãs. O jogo de troca de cartas “NBA Top Shots” teve “Top Shots” individuais vendidos por dezenas de milhares de dólares cada.

A NBA Top Shot está arrasando na arte digital. Cinco meses depois, a plataforma de colecionável baseada em blockchain já contabiliza mais de três milhões de transações e US$ 460 milhões em vendas. Os colecionáveis ​​de esportes na NFT estão aqui para ficar e com certeza outras ligas irão explorar esse universo da arte digital muito em breve.

Com tempo, iremos ver como os itens colecionáveis em ​​NFT retêm valor e se valorizam baseado-se em outro importante ponto dessa tecnologia: a escassez. Vale lembrar de como o mercado tradicional funciona: a lei da oferta e da procura. Quando um item colecionável tem muita procura e se torna raro, o preço irá subir.

Arte e cartas colecionáveis são vendidos a colecionadores - Arte Digital em NFT
Arte e cartas colecionáveis são vendidos a colecionadores – Arte Digital em NFT

Arte Digital em NFT

A interseção entre os mundos da arte e da criptomoeda está redefinindo o conceito de propriedade na era digital para artistas e colecionadores experientes. A NFT permite que essas obras e o código original de propriedade sejam vendidos como únicos, mesmo com as cópias dessas obras estando espalhadas por toda a Internet.

Obra de arte “Purely Digital” de Mike Winkelmann, conhecido como Beeple, vendida por um recorde de $ 69,3 milhões de dólares em um leilão online.

Arte em NFT: a obra "Purely Digital" estabelece um novo recorde de venda de uma arte digital.
Arte em NFT: a obra “Purely Digital” estabelece um novo recorde de venda de uma arte digital.

Um NFT é atribuído por uma validação em blockchain que é anexado a uma arte digital de forma permanentemente fazendo com que a obra se torne original, protegida e exclusiva.

Esse NFT permite que um comprador seja proprietário da obra de arte original, mesmo que existam cópias dela. Com isso, o proprietário pode manter os direitos de uso e exibição.

Música em NFT

Os NFTs na indústria musical podem assumir várias formas, incluindo venda de ingressos para shows (virtuais e físicos), execução de músicas inéditas e muito mais. Para os músicos, os NFTs oferecem a possibilidade de eliminar os intermediários da indústria e monetizar seu trabalho de novas maneiras.

Um dos exemplos recente, parte da banda de rock Kings of Leon, que lançou recentemente seu novo álbum como um NFT.

A banda Kings of Leon conseguiu quase US$ 2 milhões em vendas do seu novo disco que está disponível a venda como música em NFT.

O novo álbum tokenizado foi colocado a venda como token NFT na plataforma OpenSea e gerou pelo menos $1.4 milhões de dólares. A banda destinou parte dos lucros para ajudar a Crew Nation Fund que apoia vítimas da pandemia.

Como muitos dos fãs não entendiam sobre a criptomoeda Ethereum e muito menos como fazer transações de compra de arte em NFT, a banda estendeu o período de venda do seu novo álbum tokenizado que se chama “When You See Yourself”.

O mais interessante é que os álbuns não vendidos durante o período estabelecido foram excluídos, adicionando valor de escassez ao produto. De qualquer forma, a iniciativa da banda Kings of Leon vender seu álbum em NFT já mostra o caminho para outros artistas vislumbrarem novas oportunidades, explorando essa novidade.

DJ 3LAU É O ATUAL CAMPEÃO DE VENDAS DE MÚSICA EM NFT

Até o momento o DJ 3LAU é o grande campeão de músicas em NFT. Seu álbum tokenizado lucrou mais de $11 milhões de dólares em apenas 1 dia. Isso foi referente a 33 cópias disponíveis em NFT considerando o material inédito.

O DJ também é produtor musical e conhecido por ser um grande fã das criptomoedas.

3LAU promoveu a venda da coleção Ultraviolet Vinyl NFT para comemorar o aniversário de três anos do álbum.

Ele foi o idealizador da música em NFT, já que essa foi a primeira vez na história da música que um álbum completo é tokenizado no blockchain.

Os vencedores do leilão receberam até 11 NFTs de música bônus do álbum e um token resgatável para ter o disco de vinil físico autografado por 3LAU.

Os tokens também desbloquearão faixas exclusivas e inéditas no site oficial do DJ dando ainda mais valor de escassez.

O DJ 3LAU já têm experiência na área de blockchain e inclusive já teve experiências lançando gráficos colecionáveis para suas músicas.

O álbum em NFT Ultraviolet - o primeiro álbum completo vendido em NFT
O álbum em NFT Ultraviolet – o primeiro álbum completo vendido em NFT

Após o período de venda ser concluído, o item se tornou colecionável e pode se valorizar com o tempo.

Fotos em NFT

A fortografia é outra área que se beneficia da segurança e facilidade em ser disponibilizada como NFT. O baixista da banda Mötley Crüe, Nikki Sixx, é um dos adeptos dessa modalidade.

Depois que a banda encerrou suas atividades, Nikki está se dedicando a fotografia. Ele já anunciou em seu Twitter que irá disponibilizar uma série de fotos produzidas por ele em um leilão NFT.

Nikki Sixx, baixista da banda Mötley Crüe, irá explorar suas fotografias em NFT.
Nikki Sixx, baixista da banda Mötley Crüe, irá explorar suas fotografias em NFT.

Jogos e Mundos Virtuais em NFT

Os NFTs já estão crescendo na indústria de jogos. Eles permitem que os itens do jogo sejam tokenizados e trocados direto entre jogadores ou em marketplaces especializados.

Eles tornam a experiência de jogo mais gratificante, pois os jogadores têm a propriedade de seus ativos digitais. Eles também estão criando uma nova economia pois os jogadores podem ganhar dinheiro comercializando ativos nos seus jogos favoritos.

Outro grande detalhe é a possibilidade de manter seus ativos mesmo quando o jogo termina. Lembro muito bem quando eu jogava aquele video games super difíceis e conquistava todos os bônus oferecidos. Ao desligar, tudo vai embora e você deve iniciar todo o jogo novamente.

Os ativos para video games em NFT deixam os jogos mais atrativos e você sempre poderá contar com aqueles “extras” que se empenhou… ou comprou.

NFT vai além do virtual

Poucos sabem, mas a conexão do virtual com o mundo real se torna muito fácil com a tecnologia NFT. Você pode ler meu post que mostra as aplicações em blockchain para ter ideia.

De forma resumida, posso citar alguns casos bem interessantes:

Documentação

A identidade e as qualificações também podem ser armazenadas anonimamente como NFTs. Por exemplo, você poderia provar seu endereço ou que é maior de 18 anos sem mostrar sua identidade ou outras informações que você não deseja fornecer.

Licenças, todos os tipos de credenciais e até registros de saúde podem ser armazenados dessa forma, fornecendo apenas os dados aos quais você concedeu acesso.

Ativos do mundo real

Ativos tokenizados do mundo real, como imóveis, podem ser usados ​​como garantia. No entanto, o uso de NFTs vai além das garantias. Temos a capacidade de representar produtos financeiros mais complexos. Eles podem ser seguros, obrigações ou opções. No seguro, cada contrato seria convertido em uma NFT, e essas NFTs podem então ser negociadas em mercados secundários (smart contracts).

Os NFTs estão se encontrando na interseção digital e do mundo real para muitos setores, e estamos apenas no inicio de explorar muito mais essa tecnologia incrível.

A inovação no mundo da arte, trazendo a arte digital para colecionadores, música para fãs, ou até mesmo a representação gráfica do seu item favorito de um restaurante. Artistas e amantes da arte se beneficiam de um ambiente seguro que está renovando a maneira de como enxergamos e consumimos a arte.

Muito mais está para surgir em breve…

A arte digital pode ser migrando para o NFT?

Sim. A arte digital está ganhando espaço em NFT e desperta interesse de artistas

Quais as aplicações de Arte em NFT?

Colecionáveis em NFT ; Arte Digital em NFT ; Música em NFT ; Fotos em NFT entre outros

O que são Ativos do mundo real ?

São ativos tokenizados do mundo real, como por exemplo os imóveis utiliziados em garantia em smart contracts .

É seguro trabalhar em arte digital?

Sim. É um dos ambientes mais seguros para todos os artitas e pessoas que gostam de transacionar com criptomoedas.

O que é Criptoarte?

Nesse post vou explicar o que é Criptoarte e como esse novo conceito está ajudando artistas em todo o mundo. Criptoarte utiliza blockchain, que é uma tecnologia cheia de detalhes que pode parecer muito complicado de entender, mas, na verdade, seu conceito é muito simples. Toda essa tecnologia beneficia vários tipos de negócios, como já mencionei do post “Aplicações na Blockchain“.

Agora, muitos artistas estão se beneficiando da Blockchain para vender sua arte digital (criptoarte) de forma segura. A área de criptoarte está valorizando os artistas que podem divulgar e vender suas obras para qualquer colecionador do mundo.

Os artistas estão criando galerias com essa tecnologia e produzindo obras virtuais numeradas ou únicas. Assim, os artistas usam a blockchain para assinar e autenticar suas obras de arte digital (cripto-arte, crypto art, ou cripto-colecionáveis) de forma a garantir a propriedade a seu comprador mesmo que não sendo um objeto físico.

-> Veja aqui alguns livros interessantes sobre Arte Digital!

Se você não lembra os conceitos básicos de Blockchain, volte ao meu primeiro post sobre esse assunto – O que é Blockchain?

O que é Criptoarte? Obras digitais a venda no site OpenSea, especializado em arte digital.
O que é Criptoarte? Obras digitais a venda no site OpenSea, especializado em arte digital.

Como é Feito?

A assinatura blockchain é conectada a uma arte digital produzida pelo artista que pode ser uma pintura no formato PNG, fotografia, música, uma animação gráfica abstrata, e muitos outros gráficos, videos e animações.

Somente uma pessoa pode oficialmente possuí-la, no caso da peça ser única. A arte-digital pode ser vendida para um crescente número de colecionadores usando marketplaces (sites especializados em compra e venda) específicos para esse fim.

Claro, você pode, por exemplo, fazer cópias (print) da imagem original, mas ela não irá conter a autenticação do artista, deixando a obra sem valor de originalidade.

Com isso, o lugar mais seguro para comprar e vender arte digital é utilizando alguma aplicação de criptoarte na Blockchain, onde os colecionadores estão sempre em busca de obras raras, com tiragens limitadas e autenticadas como únicas.

Os investidores compram uma arte digital única e rara para manter em seus computadores. Isso não é nada diferente de um investidor que compra quadros raros para estocá-los em um quarto de sua casa (com propósito de investimento).

Posso comparar essa tendência da criptoarte com a época em que os primeiros livros digitais (e-books) foram lançados. Muitas pessoas não gostavam (e muitas até hoje não gostam), com o motivo de não ser um livro de verdade, feito com papel e que se pode colocar em sua biblioteca particular, manusear, virar as páginas sentindo o livro na sua mão, etc.

Hoje em dia, muitos estão acostumados com seus e-books (eu particularmente tenho uma grande biblioteca de livros virtuais) que, muitas vezes, nem estão em seu computador ou celular.

No caso do mercado de arte digital, os primeiros colecionadores podem ser comparados com as primeiras pessoas que aceitaram os e-books.

Criptoarte – arte em formato digital

Pense comigo: quando um artista faz uma obra e a assina, esse trabalho se torna raro e único. Ao fazer cópias sem a autenticação, essa obra perde seu valor.

O grande problema na arte digital é que podemos facilmente reproduzir uma imagem que está na internet, sem perder a qualidade de sua resolução.

Aqui entra o conceito de criptoarte, que, ao adicionar uma assinatura única na Blockchain, garante que a arte original seja cobiçada por colecionadores de arte. Uma proteção muito eficiente para o artista.

Por exemplo, todos nós podemos ter a obra Monalisa impressa em nossa mesa, mas a original é única. Para quem é colecionador, isso importa muito.

Dessa forma, quando uma arte digital possuir um token de assinatura (autenticação), essa obra ganha um valor de originalidade. Os investidores podem armazenar suas obras ou vendê-las a outras pessoas. Somente quem possui a assinatura válida de proprietári@ da obra (que está armazenada na Blockchain ) pode ter acesso a opção de venda.

Da mesma forma, os direitos autorais e a propriedade do investidor, por estarem registradas na Blockchain, são incorruptíveis.

O mercado de criptoarte tem crescido muito justamente por essa segurança oferecida ao artista e ao proprietário da obra. As obras digitais podem ser negociadas usando criptomoedas que podem ser convertidas em dinheiro normal de qualquer país.

Site para comprar e vender Criptoarte: pinturas, videos, animações, gifs, etc.
Site para comprar e vender Criptoarte: pinturas, videos, animações, gifs, etc.

Comunidades de CriptoArte

Existem comunidades de artistas digitais de todo o mundo. Algumas delas estão fazendo, suas obras independentes, pela primeira vez, após encontrar as comunidades de criptoartistas. Entre as plataformas que são utilizadas para se reunirem estão o Telegram, Discord, Minds, Crowdcast entre outros.

A maioria das plataformas de criptoarte são plataformas colaborativas, como o site dada.art, em que os artistas derrubam os conceitos tradicionais dessa economia. Através da cooperação entre artistas-plataforma, essa inovação permite valorizar muito mais as obras e negociá-las sem intermediários, o que, em muitos caso, em exploram o artista.

A inovação nesses ambientes colaborativos é fascinante. Existem vários tipos de artistas que trabalham com diferentes tipos de arte: arte digital, gifs, videos, fazendo que as plataformas tornem-se um ambiente de experimentos. Os artistas acabam fazendo um intercâmbio de conhecimento entre sí e contam com o suporte dos colecionadores de arte para melhorarem seu portfólio e estilo das obras.

As plataformas de criptoarte estão aí para democratizar a produção de arte e valorizar muito os artistas.

Abaixo você pode conhecer algumas opções de sites especializados. São marketplaces para criptoarte. Esses são apenas alguns dos sites especializados em vender criptoarte. Artistas se cadastram e expõem suas obras.

  • Dada https://dada.art
  • OpenSea https://opensea.io/
  • Rarible https://rarible.com/
  • Mintbase https://mintbase.io/
  • KnownOrigin https://knownorigin.io/
  • SuperRare https://superrare.co/

NFT – Non Fungible Token

Basicamente, NFT’s (tokens não fungíveis) são propriedades não tangíveis que você pode deixar disponível para sempre na Blockchain. Revendo nossos conceitos sobre Blockchain, significa que ao você colocar um desenho na Blockchain, essa peça será única e irá ficar disponível para sempre já que a tecnologia Blockchain é imutável. Dessa maneira, artistas estão muito empolgados com essa possibilidade e estão movimentando a área da arte digital.

Podemos falar que NFT é uma forma de autenticar uma obra de arte digital e garantir que ela pertence a certa pessoa, como se fosse um certificado digital.

Com isso, qualquer obra de arte digital produzida por um artista pode ser vendida com total segurança em um sistema 100% protegido contra fraude (blockchain). Esse é um dos motivos que essa área está literalmente explodindo e o que é o melhor: está somente iniciando.

Outro ponto importante é que os artistas podem estipular royalties sobre suas peças. Assim, sempre que a obra for revendida, o artista irá receber um percentual dessa negociação garantindo uma fonte de renda passiva. E isso ocorre de forma automática nos contratos digitais ao cadastrar a obra digital na Blockchain Ethereum.

Tudo o que os artistas sonharam se tornou realidade, graças a tecnologia Blockchain. Agora é partir para a produção e se beneficiar do universo NFT.

Considerações parciais

Nesse post, você entendeu o que é Criptoarte e já sabe que a tecnologia Blockchain é a base dessa inovação. Sobre as partes mais técnicas desse assunto, irei deixar para um próximo post, onde irei explicar a questão da autenticidade das obras. Esse é justamente o que caracteriza criptoarte.

Também pretendo aprofundar o assunto postando um guia de como os artistas podem iniciar a vender suas obras digitais em plataformas de criptoarte. O assunto é bem extenso e essa introdução propõe uma compreensão básica sobre essa possibilidade espetacular para os artistas.

O que é criptoarte?

Criptoarte utiliza blockchain, que é uma tecnologia cheia de detalhes que pode parecer muito complicado de entender, mas, na verdade, seu conceito é muito simples. Toda essa tecnologia beneficia vários tipos de negócios, como já mencionei do post “Aplicações na Blockchain“.

Existem comunidades de criptoarte?

Existem comunidades de artistas digitais de todo o mundo. Algumas delas estão fazendo, suas obras independentes, pela primeira vez, após encontrar as comunidades de criptoartistas. Entre as plataformas que são utilizadas para se reunirem estão o Telegram, Discord, Minds, Crowdcast entre outros.

Onde posso vender minhas coleções em NFT?

No Opensea. Obras digitais podem serm vendidas no site OpenSea, especializado em arte digital.

O que quer dizer Non Fungible Token ?

Basicamente, NFT’s (tokens não fungíveis) são propriedades não tangíveis que você pode deixar disponível para sempre na Blockchain.

Conexões e parcerias no trabalho

Quando terminei meu doutorado, percebi que precisava pertencer novamente a um cicilo de pesquisa que me permitisse comunicar minhas ideias em forma de compartilhamento de informações e pensamentos.

Estou participando de dois projetos muito legais como pesquisadora. Um deles é vinculado à área de projetos e tecnologias, na corporação ARF Média . O projeto permite a busca de conhecimento na área de tecnologia e inovação, além de poder agregar e contribuir com projetos estratégicos de parcerias e conexões internacionais para fortificar a internacionalização da organização.

Outro projeto que faço parte é o projeto Coffee And Work. O projeto Coffee and Work nasceu em janeiro de 2019 com dois propósitos: divulgar achados científicos e instigar um olhar ressignificado ao trabalho. Entre as iniciativas está a Plataforma de Pesquisadoras, que reúne mulheres pesquisadoras por meio de contribuições sob diferentes enfoques. Nesse sentido, vamos avançando com o propósito de agregar pessoas, construir e compartilhar conhecimento.


Na PlataformaCoffee and Work, você poderá encontrar textos meus que falam sobre pesquisa, empreendedorismo, a participação da mulher no mercado de trabalho, inovação e tecnologia. Minha vivência interdisciplinar permite que eu transite pelos diversos campos do conhecimento acadêmico e empresarial. Minha carreira profissional me deu a experiência do dia a dia. Experiência do mercado e de como as empresas se organizam culturalmente e como as pessoas se relacionam nestes ambientes organizacionais. Além disso, a tenho a experiência da academia, que me preparou para ter um olhar mais crítico frente à sociedade e ao mundo corporativo.

Além disso, tenho me engajado em movimentos associativos como a Associação de Administradores do Vale do Sinos, a AVS, onde atualmente sou presidente, buscando mostrar a importância da nossa profissão no meio corporativo.

Outro projeto que me identifico e participo é o Grupo Mulheres do Brasil, protagonizado pela Luiza Helena Trajano, com o objetivo de pensar em ações que favoreçam o crescimento do país e o respeito às mulheres no que tange às iniciativas para fomentar o empreendedorismo, a saúde e a educação de todas as mulheres brasileiras. O movimento acontece por meio de núcleos nas principais cidades do país e no exterior.

Não poderia deixar de comentar sobre o projeto Aceleradora de Mulheres, da Federasul que também participo no Rio Grande do Sul- RS. Este projeto é educacional para fomentar o empreendedorismo feminino no RS. Os encontros são uma vez por mês com a participação de mulheres de todo o estado. Foram realizadas diversas visitas técnicas pelo RS, onde podemos conhecer a realidade de muitas mulheres empreendedoras e seus empreendimentos. Este ano, vou participar como uma das mentoras no projeto. O ano de 2020 promete transformador.

9º Foro Europeo para la ciencia, tecnologia e innovación – Transfiere

No dia 12 e 13 de fevereiro de 2020, eu particicpei do 9º Fórum Europeo para a ciência, tecnologia e innovação (Transfiere), em Málaga, na Espanha. Esta é a segunda participação que eu tenho neste evento. No ano passado, eu participei para conhecer como funcionava e neste ano, já com detalhe, pude aproveitar mais o evento.

Trata-se de um fórum profissional e multissetorial de transferência de conhecimento e tecnologia realizado na Espanha e mostra quem é quem no ecossistema nacional e internacional de P&D.

A Transfiere é um espaço único para  impulsionar a inovação entre grupos de pesquisa e empresas , além de  contribuir para melhorar a competitividade do setor de negócios . Ser parte ativa da Transfiere nos permite  gerar contatos de interesse, sinergias e intercâmbio de conhecimentos  no campo da inovação, pesquisa e transferência de conhecimento nos diferentes setores estratégicos da economia.

Sectores estratégicos envolvidos foram:

  • Administrações públicas
  • Aeronáutica e Aeroespacial
  • Agroalimentar
  • Grupos de negócios inovadores
  • Energia
  • Financeiro
  • Indústria
  • Infraestruturas e Transportes
  • Meio Ambiente
  • Plataformas Tecnológicas Espanholas
  • Saúde
  • Serviços
  • TICs

Minha motivação ao participar desse fórum foi entrar com contato com diversas áreas de conhecimento, onde o governo espanhol, as universidades, as empresas privadas e os cidadãos e cidadãs interessados na divulgação e transferência de conhecimento.

As palestras ocorrem todas em um em mesmo espaço de transferência de conhecimento. Cada área ou ponto é representado por uma cor e, a partir disso, você escolhe a palestra que deseja assistir.

Uma das palestra que mais me chamou a atenção foi a que ocorreu no dia 13, intitulada Coloquio Talent Woman: La mujer en el ámbito de la innovación que teve como temática a mulher nos ambientes de inovação. As palestrantes convidadas foram as seguintes:

Em outra oportunidade eu vou falar mais sobre essa palestra, pois a temática é maravilhosa e tem relação com a minha tese . As palestrantes convidadas foram excepcionais no que tange ao conhecimento da temática.

Outra palestra que eu achei super interessante foi a ENRICH in Brazil – European Network of Research and Innovation Centres and Hubs , onde Laura Monasterio apresentou com muita competência as possibilidades de investimentos no Brasil.

Por ter realizado uma parte dos meus estudos dentro do Parque Tecnológico de Andalucia, na Espanha, compartilho também mais uma palestra exemplar realizada por Soledad Diaz, Directora Gerente de la Asociación de Parques Científicos y Tecnológicos de España (APTE) . Conheço o trabalho competente que eles vem realizando no Parque Tecnológico de Andalucia, mas também em todos os Parques Tecnológicos da Espanha.

Além dessas palestras maravilhosas, o fórum também permitiu networking entre diversos tipos de empresas e institutos. Eu fiquei encantada porque no Brasil, não estamos acostumados a ver esse tipo de iniciativa onde a hélice quádruple é percebida na prática de um evento.

A ´´ultima palestra que gostaria de destacar foi a Innovation Radar. Proyecto Merlin 2020: Romper el molde, desatar la próxima generación de investigadores , que eles debateram sobre a perspectiva do investigador acadêmico no mercado empreendedor. Essa palestra foi absolutamente fantástica e vou falar sobre ela em outra oportunidade também. Os palestrantes foram estes:

O evento foi muito legal pelas conexões que pude fazer com os painelistas e também pela oportunidade de apresentar os resultados de minha tese para o Parque Tecnológico de Andalucia. Obrigada a Aline Daniel, responsible for international projects at Parque Tecnológico de Andalucía (PTA) pela atenção recebida.

O evento Transfiere ocorreu com a participação de um país convidado que foi, neste ano o Canadá.

Por que é interessante participar do fórum transfiere?

Rede, transferência, cooperação e internacionalização são os pilares fundamentais da Transfiere. Os participantes, entidades públicas e privadas, têm a oportunidade de:

  • Estabeleça contatos B2B por meio de uma agenda de rede on-line, que permite fechar até 32 reuniões antes do evento.
  • Dinamize a ciência e a inovação espanhola internacionalmente:  compartilhe o conhecimento de grupos de pesquisa de universidades, IPOs e centros de tecnologia.
  • Estabelecer alianças estratégicas e sinergias.
  • Divulgar produtos, serviços e projetos inovadores, além de atender à demanda tecnológica de empresas nacionais e internacionais que investem em P&D.
  • Conhecer as necessidades tecnológicas da Administração Pública.
  • Desafios tecnológicos: encontrar soluções inovadoras e oportunidades de negócios para os diferentes setores estratégicos da economia.

Você sabe o que significa I+D+I?

A sigla tem a mesma definição que P&D, isto é Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação. Pode ser considerado um conceito de desenvolvimento relacionado ao avanço da tecnologia que tem como objetivo o avanço social

Quando pensamos em Desenvolvimento, o conceito parece estar relacionado à economia. Quando pensamos em Pesquisa e Inovação, parece que o conceito fica mais relacionado à ciência e tecnologia. O fato é que I+D+I pode ser aplicado à diversas áreas, visto ser um conceito interdisciplinar e conectado com o mundo da inovação e do desenvolvimento.

Sabe-se os países mais desenvolvidos do mundo possuem investimentos intensos em I+D+I, pois sabem os benefícios econômicos e os impactos sociais que estes investimentos podem gerar para o crescimento econômico e para construções de sociedades mais sustentáveis.

Construir sociedades mais sustentáveis economicamente e socialmente é um desafio para este século. Requer que o poder público e privado construam relações conjuntas e investimentos conectados em I+D+I. Além disso, acredito que ações conjuntas entre o governo, empresas, universidades pode realmente tornar nosso país mais inovador. Sabe-se que o brasileiro é um povo empreendedor e com muito talento para inovar. O que falta são investimentos nesta área.

Assim, eu penso que formar ecossistemas de inovação e empreendedorismo são fundamentais para o I+D+I. Os parques científicos e tecnológicos são fundamentais para a geração de conhecimento compartilhado e desenvolvimento humano. Criar sinergia neste campo trará benefícios imensos para a sociedade e para o desenvolvimento econômico do país. Quem sabe, em um futuro próximo, o Brasil possa estar entre os maiores investidores em I+D+I.

Contato


Capitalismo Consciente - Eliane Davila