Início     Sobre     Blog     Projetos     Contato    

Eliane Davila - Conteúdo | Inovação | Empreendedorismo

Metaverso – Tudo que você precisa saber sobre o tema

Ultimamente, muito se fala em metaverso e as mudanças que isso irá trazer. Mas afinal, você sabe o que é metaverso? Neste post eu explico com detalhes!

Metaverso - Tudo que você precisa saber sobre o tema
Metaverso – Tudo que você precisa saber sobre o tema

O mundo contemporâneo caminha para transformações revolucionárias que envolvem a digitalização e a tecnologia. Com uma geração cada vez mais imersa no meio digital, todas essas mudanças se tornam acontecimentos inevitáveis e naturais. Um novo mundo nos espera com o Metaverso.

Nosso comportamento online ajuda a moldar a sociedade, assim como a sociedade molda o comportamento online, pois são dois elementos que se complementam e que fazem parte de uma estrutura sociodigital.

A inteligência artificial é uma potente agente transformadora no mundo atual, pois além de ser uma inovação revolucionária, ela vem se desdobrando em inúmeros outros elementos e criando coisas muito diferentes do que tinhamos visto até então.

Dentre esse mundo de novas possibilidades, a inteligência artificial pode contribuir desde a interpretação da linguagem das baleias até a criação de um novo ecossistema e um novo universo digital.

O metaverso é um desses novos ecossistemas digitais que irá impactar todos os fatores da vida humana, principalmente as relações sociais e a comunicação.

Conhecido como a próxima etapa da rede mundial, o metaverso se tornou um dos temas mais populares e debatidos nos últimos dias, após um pronunciamento de Mark Zuckerberg sobre a mudança do nome do Facebook para Meta, dando a largada comercial para o metaverso.  

Mas afinal, o que é metaverso e o que ele impacta na sociedade? Pensando nisso, separamos algumas informações importantes sobre essa nova onda digital e o que ela promete para o futuro.

O que é Metaverso?

O metaverso é uma aposta capaz de proporcionar uma imersão completa das pessoas no espaço digital. 

Mais do que ter acesso ao digital e compartilhar das suas ferramentas, o metaverso busca estreitar ainda mais o mundo físico-digital e fazer com que as pessoas vivenciem de fato um mundo digital.

Ou seja, pessoas que trabalham de forma remota, poderão até mesmo caminhar pelo ambiente do escritório de forma totalmente digital, algo que poderá suprir a carência de relações interpessoais que é uma das principais queixas do trabalho remoto.

Nos filmes e obras de ficção científica o metaverso já era algo figurado, mesmo que de forma utópica, algo que pode se tornar possível agora com o avanço da tecnologia e da inteligência artificial.

O termo “metaverso” foi concebido pela primeira vez por Neal Stephenson, em sua obra denominada “Nevasca”, no ano de 1992. 

Na história, o metaverso era definido como um mundo 3D que habitava avatares semelhantes aos seres humanos, algo bem parecido com o conceito de hoje sobre o metaverso.

O metaverso nada mais é do que uma conjuntura de espaços virtuais, onde as pessoas podem vivenciar experiências digitais, consumir objetos, trabalhar, se relacionar, dentre várias outras vivências.

Entretanto, é preciso compreender o metaverso como um sintoma das big techs, que moldam nosso comportamento atual e determinam tendências não só de mercado, mas de vivências e formas de se comunicar no mundo como a moda digital e as criptoartes.

De forma mais ampla, é possível compreender o metaverso por meio de tendências que norteiam o futuro da sociedade. 

Essas tendências são vistas nos nativos digitais que já possuem parte de suas vidas completamente virtuais, as inúmeras atividades que podem ser monetizadas no ambiente digital sem necessariamente ter que estar presente, além da constante criação e inovação por todas as partes da web.

O metaverso é uma conjuntura de todos esses sintomas e tendências da sociedade, uma possibilidade completamente inovadora capaz de proporcionar a imersão de todos nossos sentidos no ambiente digital.

Como funciona o Metaverso?

O metaverso é capaz de recriar ambientes presenciais em ambientes completamente digitais, ou seja, por meio da tecnologia e da inteligência artificial será possível construir um ou mais avatares e presenciar espaços digitais com pessoas que não estão no mesmo espaço físico que você.

Com a realidade virtual e a realidade aumentada, os estímulos causados pelos espaços virtuais prometem uma vivência única e mais próxima do mundo físico possível. 

De acordo com Zuckerman, a previsão é entre 5 a 10 anos para que tudo isso se torne uma realidade viável em todo o mundo, porém as expectativas são altas na sociedade e na mídia.

Já imaginou poder trafegar por inúmeros lugares, conhecer pessoas de diversos cantos do mundo e se relacionar por meio de um universo completamente digital?

Ao contrário do que estamos acostumados no ambiente digital, onde já é possível se comunicar e se relacionar com outras pessoas de forma remota, o metaverso vem para interligar o mundo online e offline, proporcionando experiências únicas que não se limitam somente ao online ou offline.

A tecnologia e a construção de novos mundos

A ideia de novos mundos habitáveis para além do mundo físico pode causar receio e medo em algumas pessoas, além da insegurança. 

Porém, por mais desafiador que seja imaginar um mundo completamente digital, é preciso estar aberto a novas experiências e às inovações do mundo contemporâneo.

Até alguns anos atrás, a televisão era um dos elementos que sugavam pelo menos 25% do nosso tempo acordado, mas hoje em dia o grande responsável por sugar a atenção das pessoas são os smartphones, tomando pelo menos 50% do tempo acordado de cada um.

Mais do que entretenimento nas redes sociais, eles se tornaram ferramentas de trabalho de grande parcela da sociedade, visto que o ambiente digital também é um forte facilitador e agente econômico.

Tudo caminha para que a digitalização e a criação de novos mundos digitais aumentem e criem novas proporções, pois a tendência para o futuro dessa geração é que o ambiente digital valha mais do que a vida física em alguns anos.

Economia do metaverso

O metaverso pode trazer inúmeras oportunidades para profissionais do design, programação, sound design, ilustração e animação. Além disso, essa nova realidade promete ser um ambiente inclusivo, com espaço para aprimorar habilidades e trabalhar as potencialidades de cada um.

Além disso, essa tendência mundial ganhou um espaço expressivo na mira dos investidores após o pronunciamento de Mark Zuckerberg e a mudança do Facebook para o novo nome “Meta”.

As criptomoedas e os NFTs já fazem parte da agenda de inúmeros entusiastas tecnológicos e caracterizam um novo ecossistema digital, algo que será ampliado ainda mais com a economia do metaverso e que atrai cada vez investidores.

Sobretudo, é importante compreender o metaverso não só como um agente transformador da sociedade e uma nova programação social, mas também como um importante influenciador nas relações de consumo, que estabelecem a nova economia.

Conclusão

Ao contrário do que muitos imaginam, o metaverso não representa uma revolução necessária, assim como nenhuma revolução digital era considerada necessária alguns anos atrás.  Em contrapartida, quando as revoluções digitais acontecem, dificilmente é possível voltar e viver da mesma forma como antes. Falar sobre o metaverso é falar sobre uma nova realidade, inadiável e irreversível

O que é Metaverso?

O metaverso é uma aposta capaz de proporcionar uma imersão completa das pessoas no espaço digital. 

Quem concebeu o termo metaverso?

O termo “metaverso” foi concebido pela primeira vez por Neal Stephenson, em sua obra denominada “Nevasca”, no ano de 1992. 

Quais profissões podem ser beneficiadas?

O metaverso pode trazer inúmeras oportunidades para profissionais do design, programação, sound design, ilustração e animação.

Como o metaverso influencia a sociedade?

É importante compreender o metaverso não só como um agente transformador da sociedade e uma nova programação social, mas também como um importante influenciador nas relações de consumo, que estabelecem a nova economia.

Contato


Capitalismo Consciente - Eliane Davila