O que é Moda Digital? Conheça essa opção Sustentável

As roupas digitais viraram uma grande tendência contemporânea ao unir a moda e tecnologia. A possibilidade de você ter uma peça de roupa digital vem ao encontro da sustentabilidade que é um grande desafio para a indústria têxtil. A moda digital se encaixa bem no termo “fast fashion” que popularizou a ideia de que estilo está diretamente ligado a uma grande coleção de roupas. Nas redes sociais, um terço das pessoas considera uma peça de roupa velha, após utilizar por duas vezes. Ainda, a grande maioria diz que não irá postar fotos nas redes sociais com a roupa que já está publicada.

O processo de criação e produção elimina os disperdícios de materiais e a emissão de gases em um processo sustentável.

A moda digital pode ser um bom avanço em termos de sustentabilidade suprindo a demanda de um guarda roupa enorme, além de prejudicar o meio-ambiente. O guarda roupa virtual é composto por roupas digitais e vem ganhando popularidade nas diversas áreas do conhecimento. Dessa forma, sua coleção de roupas pode ser minimalista enquanto seu guarda-roupas virtual pode conter centenas de peças de roupas digitais.

Em 2018, a marca Carlings foi a primeira a lançar uma coleção 100% digital. As peças custaram entre U$15 e U$400. Nessa ocasião, os clientes enviavam suas fotos e a equipe de designers da marca faziam a edição da imagem, vestindo a roupa digital no cliente. A marca iniciou o projeto com o objetivo de democratizar a indústria da moda.

Devido ao sucesso, o grupo repetiu o projeto em 2019 mas dessa vez utilizando a tecnologia de realidade aumentada. Os clientes usam seus celulares e postam suas fotos diretamente no Instagram ou Facebook como se fossem filtros.

A moda digital iniciou na indústria dos video games onde os jogadores compravam skins para seus personagens. A Louis Vitton, por exemplo, desenvolveu roupas para um video game e também lançou a versão para o mundo real.

Usando a mesma tecnologia, o mundo da moda embarca com força total para oferecer uma solução mais sustentável para a fast fashion e permitir que você tenha um guarda-roupas com centenas de peças que não agridem o meio-ambiente.

Vestir Roupa Digital é Muito Simples!

A loja DressX, é uma das melhores lojas no momento. Eles oferecem roupas digitais feitas por vários estilistas. Os profissionais da moda enviam suas criações e os melhores são selecionados para vender no site.

Eles utilizam um processo simples, onde você escolhe a roupa que deseja comprar online e envia sua foto que deseja vestir a roupa.

Moda Digital - exemplo de roupa digital do site DressX
Moda Digital – exemplo de roupa digital do site DressX

A dinâmica para comprar uma roupa digital segue o mesmo principio de quando você visita uma loja física. Você navega pelo site até encontrar algo que lhe agrada. Caso desejar comprar uma peça, você deverá subir uma foto sua seguindo os critérios do site. Deve ser uma foto de corpo inteiro, bem centralizada e com boa iluminação.

Depois de subir sua foto, você pode colocar a peça desejada no carrinho de compras.

A foto que você enviou será vestida com sua roupa escolhida.

Você pode utilizar uma foto sua diferente para cada peça de roupa digital que comprar.

Site DressX - envie sua foto para vestir sua nova roupa digital - Moda Digital
Site DressX – envie sua foto para vestir sua nova roupa digital

Um dos grandes desafios da área da moda digital, é fazer com que as roupas sejam vestidas automaticamente de forma perfeita. A tecnologia ainda não está acompanhando a demanda desse setor, mas está progredindo.

No momento, esse processo está automatizado mas precisa de ajustes manual. O processo de vestir a roupa digital é feito por softwares de edição de imagem com capacidade de trabalhar em 3D. O uso desse software permite pequenos ajustes para que a roupa vista perfeitamente bem no cliente.

Outro detalhe importante é fazer o software identificar o formato do corpo de forma automática. Muitas soluções, utilizando inteligência artificial, muito em breve, contribuirão paa o processo de vestir totalmente automatizado.

No momento, as empresas estão levando até 5 horas para vestir e fazer os ajustes necessários. Isso garante a perfeição do trabalho e é muito rápido se comparado com as primeiras roupas digitais vendidas, que tinham que ser editadas em todo o processo.

Moda Digital como NFT

A empresa The Fabricant (www.thefabricant.com) é especialista em desenvolver roupas digitais. A empresa foi a primeira a explorar o conceito de moda digital na Blockchain, vendendo uma peça de roupa digital em NFT. A empresa criou um design único que foi vendido por U$ 9,5000.

Da mesma forma que a arte em NFT, a moda digital se encaixa perfeitamente para ser vendida em Blockchain e pode deixar toda a experiência ainda mais interessante. Quando se fala em NFT, o conceito de um produto único e raro vêm a nossa mente. Com a moda digital em NFT, você pode ter roupas únicas que nenhuma outra pessoa no mundo possui.

Se você ainda não conhece esse conceito, visite meu post explicando o que é arte em NFT.

Tenho certeza que o mercado da moda digital vai explorar muito mais essa possibilidade de vendas em NFT (Blockchain), da mesma forma que está sendo feita com video games.

Roupa Digital da "The Fabricant" vendida por U$ 9,500 em NFT.
Roupa Digital da “The Fabricant” vendida por U$ 9,500 em NFT.

Um Incentivo para Testar

A empresa HOT:SECOND (a-hot-second.com) fez uma campanha bem interessante com o intuíto dos para clientes testarem roupas digitais pela primeira vez. As pessoas que fossem até a loja para doar roupas que não querem mais, iriam receber uma roupa digital em troca. As roupas doadas foram para caridade e os clientes literalmente as trocaram por roupas digitais.

Site da HOT:SECOND - moda digital
Site da HOT:SECOND – moda digital

Por que Moda Digital?

Existem vários fatores que ajudam a moda digital se projetar em todo o mundo. Quando falamos de sustentabilidade e o conceito de “fast fashion”, entendemos o motivo que as roupas digitais estão ganhando popularidade em grandes proporções.

Sustentabilidade

A moda digital é a melhor solução para a sustentabilidade para o conceito de fast fashion. A indústria da moda é um grande responsável por emissões de gás de efeito estufa. As roupas descartadas sempre acabam queimadas ou chegadas em um aterro.

A moda digital permite a seus clientes se beneficiarem do conceito fast fashion sem causar danos ao meio-ambiente.

Ao comprar uma roupa digital, você reduz o impacto causado por essa única peça e também elimina o desperdício de materiais gerado durante o processo de criação e produção.

Até mesmo os grandes fabricantes podem utilizar a moda digital, sem precisar mudar suas ofertas.

A empresa PUMA criou um produto com baixo impacto ambiental e utilizou o conceito de moda digital para eliminar desperdícios causados com amostras e todo o resto que envolve o processo de criação. Eles iniciaram a produção somente depois que o projeto estava totalmente testado e aprovado utilizando a tecnologia.

Redução de Custo

Com esse processo, a empresa PUMA mostrou uma boa redução no consumo de água, tempo de produção e custo.

Inclusivo

Um tamanho veste todos – tamanho único. As peças de roupas digitais são criadas de forma única e vestem todas as pessoas, independente da forma do seu corpo.

Site da DressX - Roupas digitais para vender.
Site da DressX – Roupas digitais para vender.

Criatividade

As roupas digitais apresentam criatividade ilimitada permitindo que os designers façam experimentos que na vida real são impossíveis.

A empresa The Fabricant falou que por meio da moda digital, os designers podem literalmente viajar e colocar tudo em prática. Um vestido feito de água, luzes na peça, alterar o tipo de textura, presonalizar de acordo com seu gosto, por exemplo, gerando mais possibilidades para a sua expressão nas redes sociais.

Enquanto a criatividade não tem limite, a tecnologia impõe algumas barreiras como cometei interiormente.

Alguns serviços são feitos de forma manual, enquanto outros utilizam realidade aumentada para vestir seus clientes.

Em muitos casos, o cliente precisa enviar sua foto e aguardar a empresa retornar com a edição.

O processo automático utiliza software 3D para vestir a roupa digital no cliente. A grande barreira, no entanto, é o software reconhecer o formato do corpo para deixar todas as etapas de forma automática. As aplicações em realidade aumentada e inteligência artificial ajudam, mas alguns casos ainda precisam de ajustes manuais.

A medida que a tecnologia avança e novas versões dos softwares são lançadas, novas possibilidades estarão disponíveis até chegar o dia em que você poderá fazer uma transmissão de video usando uma roupa digital.

Quanto Custa uma Roupa Digital?

O preço de uma roupa digital não é barato. Normalmente pensamos várias vezes antes de comprar uma roupa cara para usar no mundo real, imagine ao se tratar de algo digital? As pessoas tendem a não valorizar os ítens digitais. Os valores que as pessoas se disponibilizam a pagar por ítens digitais é muito abaixo da realidade.

Por exemplo, muitos preferem pagar U$ 15 por um livro físico do que U$ 5 em sua versão digital.

O preço de uma roupa digital podem variar muito de acordo com o tipo. Pesquisando o site DressX, as camisetas custam U$ 30, moletons e calças U$ 40, tênis U$ 40.

A Moda Digital iniciou nos Video Games

Exatamente!Mas não pense que esse conceito é novo. Roupas digitais já vem sendo utilizadas (e muito) no mercado dos video games de uma forma muito séria e profissional. Por exemplo, a Louis Vitton desenvolveu uma coleção de roupas para o jogo League of Legends. Seguindo o sucesso do lançamento digital, a marca decidiu também lançar as roupas no mundo real.

Os video games utilizam a muitos anos o conceito de vender “skins” para seus jogadores. Essa prática simplesmente muda o visual do jogador, e nada afeta em suas habilidades. Assim, vimos que a moda digital iniciou com os video games, e para quem acha isso uma bobagem, analistas preveem que o mercado de moda digital (skins) nos video games irá valer U$ 50 bilhões de dólares em 2026.

A presença da mentalidade desse estilo também é presente nas redes sociais, quando as pessoas fazem sua própria curadoria de como desejam aparecer no Instagram, Facebook ou no Linkedin para algo mais profissional. Vamos acompanhando esta pauta das rpupas digitais, pois acredito que, em breve teremos novidades neste sentido.