Início     Sobre     Blog     Projetos     Contato    

Eliane Davila - Conteúdo | Inovação | Empreendedorismo

Startup: que tipo de negócio é esse?

Muito se fala no termo Startup e olhando de fora parece ser uma empresa nova que veio para dar uma boa solução ao mercado. Atualmente, os profissionais dão muito valor ao modelo de Startup e preferem trabalhar nesse tipo de empresa do que qualquer outra.

Startup: que tipo de negócio é esse?
Startup: que tipo de negócio é esse?

Isso acontece porque a Startup tem um modelo de negócios diferente, desafiador e que provoca crescimento. Mas como será que tudo isso funciona? Porque algumas Startups fazem tanto sucesso?

Se você deseja saber um pouco mais sobre o que é uma Startup e como ela funciona, continue lendo para aprender um pouco mais sobre este universo.

O que é uma Startup?

Basicamente, o termo Startup designa uma empresa jovem que entra no mercado com uma solução capaz de se desenvolver em um modelo de negócio escalável e repetível.

Portanto, a ideia da Startup é baseada em inovação e também utilização de tecnologias para melhorar o desempenho para a possibilidade de um rápido crescimento.

Muitas pessoas confundem uma Startup com qualquer empresa nova criada e isso pode estar errado. Se uma nova loja de roupas ou uma lanchonete abrir, elas não serão necessariamente startups a não ser que venham trazer um novo jeito de consumir e características de um negócio escalável no médio prazo.

Por isso, a Startup geralmente está ligada a tecnologia, uma vez que esses são elementos fundamentais para a escalabilidade de um negócio, mas não é uma regra e nem precisa ser!

Acredito que a mentoria, com um profissional certificado, possa fazer sentido para os empreendedores que quiserem se aventurar por esses caminhos. Deixo aqui a sugestão de um texto sobre a importância da mentoria no meu blog.

Vamos entender melhor as características que fazem de uma empresa uma Startup.

Características de uma Startup

Existem algumas características que ajudam a identificar um modelo de Startup. E abaixo nós listamos algumas das mais importantes desse mercado, todos baseados em inovação.

Perfil empreendedor de colaboradores

Com relação ao seu time, uma Startup está sempre em busca de colaboradores que se comportam como donos, que se preocupam com os próximos passos da empresa, oferecem soluções criativas e correm riscos a fim de se desenvolver como profissional e trazer bons resultados para a empresa.

Aliado a isso, as empresas tendem a oferecer incentivos que constroem esse tipo de profissional, como opções de ações da empresa como parte da remuneração.

Modelo de negócios 

A Startup tem o objetivo de ter um modelo de negócios simples e de muito valor. A ideia é que seja um negócio repetível. Essa simplicidade pode ajudar a diminuir os custos de um negócio e torná-lo altamente lucrativo, principalmente com a possibilidade de escala.

Flexibilidade e resiliência 

Uma Startup vem para ser algo que não existe no mercado, pelo menos do seu jeito único que faz toda diferença para o consumidor. Por isso, ela é construída em uma base pouco sólida e de muito aprendizado, onde os erros viram aprendizados e a empresa é capaz de se reestruturar e se adaptar de forma muito mais rápida.

Este cenário presente dentro das startups também é um dos motivos pelos quais elas necessitam de colaboradores com espírito empreendedor. Quem busca estabilidade e enriquecimento fácil não deve participar desse tipo de projeto.

Cultura organizacional muito forte

O modelo de Startup já vem com o entendimento de que as pessoas são o que há de mais valioso na empresa. Por isso, esse tipo de negócio funciona com uma cultura organizacional forte, com diversidade e um clima organizacional jovem, focado na qualidade de vida no trabalho e no desenvolvimento de habilidades. Aqui sugiro a leitura do texto sobre Capitalismo Consciente

Repetição e escalabilidade

É preciso que o modelo de negócio seja facilmente repetível, ou seja, capaz de entregar o mesmo valor para mais pessoas com facilidade. Com relação a escalabilidade, é preciso que a Startup consiga atingir um público maior, ter um crescimento exponencial, sem necessitar de um aumento de custo proporcional.

Um bom exemplo para explicar isso tudo é a Netflix. Mesmo que uma franquia de aluguel de filmes seja repetível, como o blockbuster, isso não significa que ela é escalável, já que para entregar o mesmo valor precisaria de muitas cópias de um filme. 

Com a plataforma da Netflix, muitas pessoas têm acesso ao mesmo título sem que o custo por isso aumente para a empresa, que por sua vez recebe seus lucros por meio de assinaturas. Se alguém assiste ou deixa de assistir, isso não impacta no custo da empresa, pois o que realmente importa é a assinatura.

Branding

Uma startup sempre desenvolve muito bem o seu branding para associar o seu valor à sua marca. Tudo é muito bem pensado e o posicionamento da empresa é muito claro, também alinhado a sua cultura organizacional, missão, visão e valores.

Alguns exemplos de Startup que são sucesso

Netflix – Uma das plataformas de streaming mais famosas do mundo, que vende assinaturas para que seus usuários tenham acesso ilimitado a todos os filmes e séries do catálogo.

Uber – Plataforma de transporte e entrega de comida que utiliza economia compartilhada para oferecer um serviço de qualidade e permitir renda extra àqueles que atuam como colaboradores.

IFood – App de entrega de comida que utiliza economia compartilhada para oferecer o serviço de delivery para todas as empresas que se cadastrarem, oportunidade de renda extra para entregadores, um catálogo de estabelecimentos para seus usuários com muita conveniência.

NuBank – App de banco que oferece cartão e conta gratuitos, sem tarifas ou anuidade. Produtos de alto valor, alinhados com as necessidades de seus clientes e um dos pioneiros das startups fintechs no Brasil. Já se tornou uma Startup unicórnio, com valor de mercado acima de 1 bilhão de dólares.

Airbnb – Startup do ramo imobiliário que oferece um catálogo de acomodações e experiências para que usuários e proprietários se conectem, oferecendo preço justo a um e lucro ao outro. Também baseado no sistema de economia compartilhada.

Acima você viu alguns exemplos de startups que fazem sucesso no mercado. É interessante perceber como algumas delas (Uber, Airbnb e IFood) utilizam fundamentos da economia compartilhada para se replicar e se tornar escalável.

Não sabe o que é economia compartilhada? Este pode ser um ótimo assunto para você começar a entender um pouco sobre como surgem as ideias de uma Startup. 

Se você gostou deste conteúdo, não se esqueça de compartilhar para que mais pessoas conheçam esse modelo de negócio e ampliem seu conhecimento para conseguir melhores oportunidades.

Contato


Capitalismo Consciente - Eliane Davila