Arte Digital – Quais as aplicações de Arte em NFT?

NFT – Non-fungible tokens (Tokens não fungíveis) – A última tendência em criptomoedas provoca interesse de artistas plásticos, pintores, desenhistas, bandas de rock, DJ’s de música eletrônica, redes de restaurantes internacionais, escritores, jogos eletrônicos. Grandes marcas como Nike, NBA e Louis Vuitton. William Shatner tokenizando suas memórias no blockchain… figurinhas digitais de suas celebridades favoritas, etc. A criatividade não tem limite quando se trata em arte em NFT.

Nesse post irei relatar, de forma fácil e clara, as últimas novidades que acontecem nessa área para você ficar por dentro dessa tecnologia incrível que está revolucionando o mundo das artes.

A arte em NFT começa a conquistar cada vez mais artistas e colecionadores.

Você deve ter ouvido falar sobre o CEO do Twitter, Jack Dorsey, vendendo seu primeiro tweet em NFT por US $ 2,9 milhões. Essas notícias chamam a atenção e fazem as pessoas falarem sobre esse tendência inovadora que os artistas estão amando. Contudo, os intermediários da arte reprovam, cada dia mais, essa alternativa, pois perdem espaço de trabalho. Abaixo vamos analisar alguns casos recentes.

Colecionáveis em NFT

Os colecionáveis ​​são atualmente uma das aplicações mais óbvias para arte em NFTs já que a maioria dos artistas com uma base de fãs estão entrando na onda. A NBA e a NFL estão olhando para os NFTs para criar um maior envolvimento dos fãs. O jogo de troca de cartas “NBA Top Shots” teve “Top Shots” individuais vendidos por dezenas de milhares de dólares cada.

A NBA Top Shot está arrasando na arte digital. Cinco meses depois, a plataforma de colecionável baseada em blockchain já contabiliza mais de três milhões de transações e US$ 460 milhões em vendas. Os colecionáveis ​​de esportes na NFT estão aqui para ficar e com certeza outras ligas irão explorar esse universo da arte digital muito em breve.

Com tempo, iremos ver como os itens colecionáveis em ​​NFT retêm valor e se valorizam baseado-se em outro importante ponto dessa tecnologia: a escassez. Vale lembrar de como o mercado tradicional funciona: a lei da oferta e da procura. Quando um item colecionável tem muita procura e se torna raro, o preço irá subir.

Arte e cartas colecionáveis são vendidos a colecionadores - Arte Digital em NFT
Arte e cartas colecionáveis são vendidos a colecionadores – Arte Digital em NFT

Arte Digital em NFT

A interseção entre os mundos da arte e da criptomoeda está redefinindo o conceito de propriedade na era digital para artistas e colecionadores experientes. A NFT permite que essas obras e o código original de propriedade sejam vendidos como únicos, mesmo com as cópias dessas obras estando espalhadas por toda a Internet.

Obra de arte “Purely Digital” de Mike Winkelmann, conhecido como Beeple, vendida por um recorde de $ 69,3 milhões de dólares em um leilão online.

Arte em NFT: a obra "Purely Digital" estabelece um novo recorde de venda de uma arte digital.
Arte em NFT: a obra “Purely Digital” estabelece um novo recorde de venda de uma arte digital.

Um NFT é atribuído por uma validação em blockchain que é anexado a uma arte digital de forma permanentemente fazendo com que a obra se torne original, protegida e exclusiva.

Esse NFT permite que um comprador seja proprietário da obra de arte original, mesmo que existam cópias dela. Com isso, o proprietário pode manter os direitos de uso e exibição.

Música em NFT

Os NFTs na indústria musical podem assumir várias formas, incluindo venda de ingressos para shows (virtuais e físicos), execução de músicas inéditas e muito mais. Para os músicos, os NFTs oferecem a possibilidade de eliminar os intermediários da indústria e monetizar seu trabalho de novas maneiras.

Um dos exemplos recente, parte da banda de rock Kings of Leon, que lançou recentemente seu novo álbum como um NFT.

A banda Kings of Leon conseguiu quase US$ 2 milhões em vendas do seu novo disco que está disponível a venda como música em NFT.

O novo álbum tokenizado foi colocado a venda como token NFT na plataforma OpenSea e gerou pelo menos $1.4 milhões de dólares. A banda destinou parte dos lucros para ajudar a Crew Nation Fund que apoia vítimas da pandemia.

Como muitos dos fãs não entendiam sobre a criptomoeda Ethereum e muito menos como fazer transações de compra de arte em NFT, a banda estendeu o período de venda do seu novo álbum tokenizado que se chama “When You See Yourself”.

O mais interessante é que os álbuns não vendidos durante o período estabelecido foram excluídos, adicionando valor de escassez ao produto. De qualquer forma, a iniciativa da banda Kings of Leon vender seu álbum em NFT já mostra o caminho para outros artistas vislumbrarem novas oportunidades, explorando essa novidade.

DJ 3LAU É O ATUAL CAMPEÃO DE VENDAS DE MÚSICA EM NFT

Até o momento o DJ 3LAU é o grande campeão de músicas em NFT. Seu álbum tokenizado lucrou mais de $11 milhões de dólares em apenas 1 dia. Isso foi referente a 33 cópias disponíveis em NFT considerando o material inédito.

O DJ também é produtor musical e conhecido por ser um grande fã das criptomoedas.

3LAU promoveu a venda da coleção Ultraviolet Vinyl NFT para comemorar o aniversário de três anos do álbum.

Ele foi o idealizador da música em NFT, já que essa foi a primeira vez na história da música que um álbum completo é tokenizado no blockchain.

Os vencedores do leilão receberam até 11 NFTs de música bônus do álbum e um token resgatável para ter o disco de vinil físico autografado por 3LAU.

Os tokens também desbloquearão faixas exclusivas e inéditas no site oficial do DJ dando ainda mais valor de escassez.

O DJ 3LAU já têm experiência na área de blockchain e inclusive já teve experiências lançando gráficos colecionáveis para suas músicas.

O álbum em NFT Ultraviolet - o primeiro álbum completo vendido em NFT
O álbum em NFT Ultraviolet – o primeiro álbum completo vendido em NFT

Após o período de venda ser concluído, o item se tornou colecionável e pode se valorizar com o tempo.

Fotos em NFT

A fortografia é outra área que se beneficia da segurança e facilidade em ser disponibilizada como NFT. O baixista da banda Mötley Crüe, Nikki Sixx, é um dos adeptos dessa modalidade.

Depois que a banda encerrou suas atividades, Nikki está se dedicando a fotografia. Ele já anunciou em seu Twitter que irá disponibilizar uma série de fotos produzidas por ele em um leilão NFT.

Nikki Sixx, baixista da banda Mötley Crüe, irá explorar suas fotografias em NFT.
Nikki Sixx, baixista da banda Mötley Crüe, irá explorar suas fotografias em NFT.

Jogos e Mundos Virtuais em NFT

Os NFTs já estão crescendo na indústria de jogos. Eles permitem que os itens do jogo sejam tokenizados e trocados direto entre jogadores ou em marketplaces especializados.

Eles tornam a experiência de jogo mais gratificante, pois os jogadores têm a propriedade de seus ativos digitais. Eles também estão criando uma nova economia pois os jogadores podem ganhar dinheiro comercializando ativos nos seus jogos favoritos.

Outro grande detalhe é a possibilidade de manter seus ativos mesmo quando o jogo termina. Lembro muito bem quando eu jogava aquele video games super difíceis e conquistava todos os bônus oferecidos. Ao desligar, tudo vai embora e você deve iniciar todo o jogo novamente.

Os ativos para video games em NFT deixam os jogos mais atrativos e você sempre poderá contar com aqueles “extras” que se empenhou… ou comprou.

NFT vai além do virtual

Poucos sabem, mas a conexão do virtual com o mundo real se torna muito fácil com a tecnologia NFT. Você pode ler meu post que mostra as aplicações em blockchain para ter ideia.

De forma resumida, posso citar alguns casos bem interessantes:

Documentação

A identidade e as qualificações também podem ser armazenadas anonimamente como NFTs. Por exemplo, você poderia provar seu endereço ou que é maior de 18 anos sem mostrar sua identidade ou outras informações que você não deseja fornecer.

Licenças, todos os tipos de credenciais e até registros de saúde podem ser armazenados dessa forma, fornecendo apenas os dados aos quais você concedeu acesso.

Ativos do mundo real

Ativos tokenizados do mundo real, como imóveis, podem ser usados ​​como garantia. No entanto, o uso de NFTs vai além das garantias. Temos a capacidade de representar produtos financeiros mais complexos. Eles podem ser seguros, obrigações ou opções. No seguro, cada contrato seria convertido em uma NFT, e essas NFTs podem então ser negociadas em mercados secundários (smart contracts).

Os NFTs estão se encontrando na interseção digital e do mundo real para muitos setores, e estamos apenas no inicio de explorar muito mais essa tecnologia incrível.

A inovação no mundo da arte, trazendo a arte digital para colecionadores, música para fãs, ou até mesmo a representação gráfica do seu item favorito de um restaurante. Artistas e amantes da arte se beneficiam de um ambiente seguro que está renovando a maneira de como enxergamos e consumimos a arte.

Muito mais está para surgir em breve…